dad_baby

As pesquisas mostram que a presença do pai é fundamental logo nos primeiros dois anos de vida da criança. Vários estudos feitos junto a grupos de meninos que apresentavam algum tipo de problema revelaram que é durante os dois primeiros anos de sua existência que os meninos têm uma extrema necessidade dos pais.

Foi constatado que os meninos cujos pais eram ausentes desenvolveram os mesmos comportamentos encontrados em órfãos que viviam em lares de adoção inadequados ou em filhos de famílias que não possuem a mãe ou o pai ou um substituto paterno.

As pesquisas mostram que em todos os filhos sem pais, encontra-se uma deficiência no plano social, sexual, moral ou cognitivo, ou seja, possuem uma maior dificuldade de aprendizagem e de assimilação das crianças.

Os meninos com menos de dois anos, filhos de pais ausentes, revelaram-se menos confiantes, menos criativos, e o seu sentimento de inferioridade era maior, comparado aos de meninos cujos pais foram ausentes entre os três a cinco anos de idade.

A ausência do pai produz uma espécie de vácuo no coração e na psique da criança. Produz a ausência de uma estrutura, o que dificulta o seu emocional e a sua própria interioridade. A criança terá suas ideias e suas percepções confusas e desorganizadas, o que fará com que ela tenha mais dificuldades de fazer as suas próprias escolhas e perseguir um objetivo quando necessário.

Acho que depois do resultado dessa pesquisa, nos damos conta da importância do pai na vida dos seus filhos. Nossos filhos precisam de pais atuantes, presentes e cheios do Espírito Santo de Deus. Nós podemos mudar essa história. Ainda há tempo.

Essa dica é de pai para pai.

 

Por: Tio Uli

 

(Fonte: http://www.lagoinha.com/ibl-colunista/pai-presente-filho-sadio/)

 
Webradio

webradio

300x250_celular_android

Quem está Online
Nós temos 42 visitantes online
Cultos gravados
mensagens-audio-logo1
Intercessão
logo-intercesso
Ministérios Relacionados
logo boas novas mundo.1

abertura