Get Adobe Flash player
Banner
Declaração de Fé
Notícias em Foco



MEU FILHO É OBRIGADO A PARTICIPAR DA FESTA JUNINA

PORQUE VALE NOTA NO BOLETIM !”

festa_junina   Este tem sido um problema para muitos pais evangélicos. No Inciso 5º da Constituição Federal reza o seguinte: "é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais dos cultos e suas liturgias".

 Como é de conhecimento de todos, o Brasil foi descoberto pelos portugueses e por isso a tradição católica veio sobre nós em forma de danças, festas, as suas comemorações foram arraigadas em nossa tradição e folclore.

   São João foi consagrado santo pela igreja católica, em sua festa é comemorado com fogos de artifícios, os devotos usam bandeirolas coloridas e dançam, erguem uma fogueira e canções ao Santo.

   Por mais que estas festas tragam brincadeiras que agradem nossas crianças, o perigo é que as tradições e costumes possam entrar na vida dos pequeninos. O povo de Israel sofreu com os costumes de povos que o próprio Deus pediu para não se envolver com eles.

   Não somos contra as festas, somos um povo festeiro, mas antes de participarmos de qualquer festa necessitamos avaliar qual é a sua finalidade.Sabemos que existem escolas que não buscam o sentido religioso, mas ainda fico com a possibilidade da criança crescer com o conceito deturpado diante da idolatria, pois vemos hoje católicos se defendendo atrás de uma concepção deturpada diante das imagens. E Deus pediu para que não participássemos de festas com este objetivo.

   Salomão, conhecido por receber de Deus sabedoria que era comparada a areia da praia [I Reis 4v. 29], mesmo possuindo uma sabedoria tremenda, Deus não deixou de avisar que ele necessitava de andar nos seus estatutos e seus mandamentos - (I Reis 3v. 11-14 / I Reis 6v. 11- 13 / I Reis 9 v. 4-9) - por 3 vezes Deus avisou a Salomão, mas o que aconteceu?  Salomão confiou em sua própria sabedoria e fez aliança com povos que tinham uma tradição contrária a palavra de Deus, costumes diferentes e adoravam a outros deuses. E isso foi com um objetivo “bom”.Quem sabe ele pensou assim: "Se eu pegar as filhas de Faraó, e as filhas dos reis que estão em minha volta, com certeza eles não vão fazer guerras contra mim, então farei isto, mesmo que elas tenham costumes diferentes, adoram aos seus deuses, eu que possuo a Sabedoria que Deus me deu, não vou ser contaminado". Quem sabe foi este pensamento que ele teve, e quem sabe você tenha este mesmo pensamento na questão destas festas juninas que trazem louvores aos santos, mas sabe o que aconteceu com Salomão por causa desta aliança? Ele se contaminou a ponto de ele mesmo adorar a outros deuses, Milcom, Astarote que eram deuses dos amonitas e sidonios, confira lá em I Reis 11.

   O teor religioso das festas juninas não passa de um ato de idolatria, quando se fala das festas realizadas aos Santos, veja o Salmo 116 v. 34 "E serviram aos seus ídolos que vieram a ser-lhes um LAÇO".

   Normalmente as pessoas que participam destas comemorações imaginam que estes santos podem interceder por eles, mas sabemos que eles não podem fazer nada por ninguém, Pedro e João (adorados nesta festa) foram discípulos obedientes a palavra de Jesus, mas eles não podem intermediar nada para ninguém, porque esta missão foi dada para Jesus "Porque há um só Deus, e um só intermediador entre Deus e os Homens, Jesus Cristo”  I Tm 2v. 5.

Que Deus nos abençoe e nos dirija nas decisões e na tarefa de conduzir os filhos nos caminhos do Senhor!

 

 [Pr. Alexandre Farias -ICP-]               

 
Twitter icon

Veja o que está acontecendo na Igreja Batista Boas Novas - RJ

  • Loading...
Webradio

webradio

300x250_celular_android

Quem está Online
Nós temos 51 visitantes online
Cultos gravados
mensagens-audio-logo1
Intercessão
logo-intercesso
Login de Membros IBBN



Ministérios Relacionados
logo boas novas mundo.1

abertura

omeb

Facebook